Artigo de Blogue

Todos os Artigos

Sessão Especial dos premiados do Queer Porto 5

Numa parceria com a Reitoria da Universidade do Porto, o Queer Porto apresenta uma sessão única com os filmes premiados da sua 5.ª edição, que teve lugar de 16 a 20 de outubro último. A sessão tem lugar na sexta-feira, dia 29 de novembro, às 21h30, na Casa Comum da Reitoria da Universidade do Porto.
Galardoado com o Prémio RTP2 para Melhor Longa-Metragem, o documentário suíço Madame, realizado por Stéphane Riethauser, é uma saga familiar com base em imagens de arquivo privadas, que propõe uma viagem íntima onde uma exuberante avó de 90 anos e o seu neto cineasta, exploram o desenvolvimento e a herança da identidade de género no seio de um ambiente patriarcal. Além do Prémio do Júri, Madame foi igualmente o vencedor do Prémio do Público do Queer Porto 5.
A exibição do documentário é precedida da curta-metragem portuguesa Em Caso de Fogo, de Tomás Paula Marques, vencedora do Prémio "In My Shorts" do Queer Porto 5, uma competição dedicada a curtas-metragens de escola portuguesas. Esta ficção, passada numa paisagem do interior, conta a história de Chico, um rapaz que vive assombrado por um crime de ódio cometido contra um jovem que lhe era secretamente próximo. 
O Júri da Competição Oficial foi este ano constituído por Adriano Baía Nazareth, realizador da RTP, pela cantora e compositora Ana Deus, o artista plástico Nuno Ramalho, e a artista e curadora Susana Chiocca.
A 6.ª edição do Queer Porto terá lugar de 14 a 18 de outubro de 2020 no Teatro Rivoli, Reitoria da Universidade do Porto e Maus Hábitos. 

Numa parceria com a Reitoria da Universidade do Porto, o Queer Porto apresenta uma sessão única com os filmes premiados da sua 5.ª edição, que teve lugar de 16 a 20 de outubro último. A sessão tem lugar na sexta-feira, dia 29 de novembro, às 21h30, na Casa Comum da Reitoria da Universidade do Porto.

Galardoado com o Prémio RTP2 para Melhor Longa-Metragem, o documentário suíço Madame, realizado por Stéphane Riethauser, é uma saga familiar com base em imagens de arquivo privadas, que propõe uma viagem íntima onde uma exuberante avó de 90 anos e o seu neto cineasta, exploram o desenvolvimento e a herança da identidade de género no seio de um ambiente patriarcal. Além do Prémio do Júri, Madame foi igualmente o vencedor do Prémio do Público do Queer Porto 5.

A exibição do documentário é precedida da curta-metragem portuguesa Em Caso de Fogo, de Tomás Paula Marques, vencedora do Prémio "In My Shorts" do Queer Porto 5, uma competição dedicada a curtas-metragens de escola portuguesas. Esta ficção, passada numa paisagem do interior, conta a história de Chico, um rapaz que vive assombrado por um crime de ódio cometido contra um jovem que lhe era secretamente próximo. 

O Júri da Competição Oficial foi este ano constituído por Adriano Baía Nazareth, realizador da RTP, pela cantora e compositora Ana Deus, o artista plástico Nuno Ramalho, e a artista e curadora Susana Chiocca.

A 6.ª edição do Queer Porto terá lugar de 13 a 17 de outubro de 2020 no Teatro Rivoli, Reitoria da Universidade do Porto e Maus Hábitos.