Filme

Agenda

Doozy

Doozy

As crianças dos anos 1960 e 1970 estarão familiarizadas com os desenhos animados de Hanna-Barbera, como Tom & Jerry, Os Flintstones e Scooby-Doo. Muitos se lembrarão do estilo icónico do estúdio. O que fascina o cineasta Richard Squire é a voz por detrás dos muitos vilões: a do ator e comediante Paul Lynde. Doozy faz uso dos seus frequentes risos histéricos e excêntricos bandidos para examinar a relação entre ambiguidade sexual e crime, a importância e o significado de vozes e risos nos desenhos animados, e também a simbiose muitas vezes desconfortável entre uma personagem e a sua voz.