Ni les femmes ni la terre!
Marine Allard, Lucie Assemat & Coline Dhaussy
Documentário : 62' / Ecosexo

Na Argentina e na Bolívia, nas favelas e periferias urbanas, nos campos isolados da Patagónia e no altiplano boliviano, as mulheres reivindicam e reapropriam-se dos seus "territórios-corpos-terra", perante a violência de género nas suas comunidades e perante a destruição do ambiente pela Monsanto e pelo extrativismo. Elas traçam caminhos para uma revolução ecofeminista global, desde abajo a la izquierda, de Sul a Norte.

/ Exibição

Saison France
30 de Abril | 21h00 | Cinéma J. P. Belmondo
EcoQueerÉcho
www.facebook.com/nilesfemmesnilaterre

/ Detalhes

Ano: 2018

País: França

Língua: espanhol

Legendas: francês

/ Realização

Marine Allard, Lucie Assemat & Coline Dhaussy

França


Marine Allard mistura o cinema com as suas preocupações e questionamentos sobre ecologia e feminismo. As suas novas descobertas na América do Sul encorajaram-na a criar um novo espaço onde a educação popular, a prática feminista e a arte se encontrem.

 

Lucie Assemat é socióloga e tem levado a cabo pesquisas e ações na América Latina. Depois de várias experiências com mulheres vítimas de violência de género em França, está envolvida atualmente no campo da educação e da formação popular.

 

Ativista na luta contra a violência de género, Coline Dhaussy criou vários coletivos ecofeministas e trabalhou em associações para mulheres vítimas de violência de género.

 

Foto: Cécile Pomier


Filmografia

2018 - Ni les femmes ni la terre! (Documentário)

Este site utiliza cookies da Google para disponibilizar os respetivos serviços e para analisar o tráfego. O seu endereço IP e agente do utilizador são partilhados com a Google, bem como o desempenho e a métrica de segurança, para assegurar a qualidade do serviço, gerar as estatísticas de utilização e detetar e resolver abusos de endereço.