Júri e Convidados

Lista

Juri

  • Adriano Nazareth

    Realizador e Artista Plástico / Portugal

    Adriano Baía Nazareth, natural do Porto, é realizador na Radio Televisão de Portugal - RTP. Estudou Artes Plásticas - Pintura pela FBAUP e é doutorado em Media Digitais pela Universidade do Porto e Universidade Nova de Lisboa em parceria com a University of Texas at Austin. Sempre atento e curioso na criatividade estética contida no fenómeno da imagem em movimento, tem realizado e produzido diversos programas de entretenimento, ficção e documentário, para além de estar também ligado à docência no ensino superior, com a expectativa de contribuir para o enriquecimento da linguagem televisiva.

  • Alexander David

    Ator, Cineasta / Portugal

    Alexander David nasceu em 1986. Trabalhou como ator para realizadores como João Pedro Rodrigues, Gabriel Abrantes, Miguel Clara Vasconcelos, João Botelho, Márcio Laranjeira, Ricardo Branco e os artistas plásticos João Pedro Vale e Nuno Alexandre Ferreira. É também realizador dos videoclips Tequila e Prince Became a King, de Carlos Costa. Primeira Idade é a sua primeira longa-metragem enquanto realizador, que se encontra em fase de pós-produção.

  • Ana Deus

    Cantora / Portugal

    Ana Deus nasceu em Santarém em 1963 e vive no Porto desde 1981. Sempre se interessou por música, poesia e desenho. Começou o seu percurso musical em 1987 no grupo pop Ban. Em 1993 inicia, com a escritora Regina Guimarães e o músico Alexandre Soares, o grupo Três Tristes Tigres. Tem musicado poesia de autores variados. O seu último trabalho editado chama-se Ruído Vário, canções sobre poemas de Fernando Pessoa. Faz pequenos vídeo-poemas para as suas canções.

  • Catherine Boutaud

    Cineasta / França

    Catherine Boutaud é ilustradora, cineasta e ativista feminista. Do desenho à gravura, da instalação ao cinema, procura retratar o corpo como suporte de memória. Participou em workshops que estimulam a criação artística para jovens, em São Paulo e Lisboa. Em 2016 colaborou na criação da instalação multimédia interativa Chemins Battus, produzida pelo Le Fresnoy. Faz parte do Coletivo Lagoa, que criou espetáculos-instalações para a Culturgest e o Teatro da Trindade, entre outros. Em 2017 realizou a sua segunda curta-metragem Os Corpos que Pensam, premiada no IndieLisboa na categoria Novíssimos.

  • David Cabecinha

    Ator / Portugal

    David Cabecinha, licenciado em Teatro na ESTC, é desde 2018 codiretor artístico do Alkantara Festival, festival internacional de artes performativas. Antes assumiu a direção artística do Festival Temps d’Images Lisboa (2016) e colaborou com várias companhias e criadores (mala voadora, Dinis Machado, João dos Santos Martins, Rita Natálio, entre outros), como ator e no desenvolvimento de projetos. Em cinema, destaca a colaboração regular com o realizador Jorge Jácome como coargumentista, ator e assistente de realização.

  • Francisco Queirós

    Artista Plástico / Portugal

    Francisco Queirós nasceu em Lisboa, em 1972. Vive e trabalha em Sintra, Portugal. Estudou Pintura na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa. Tem vindo a apresentar publicamente o seu trabalho desde os finais da década de 1990. Está representado em diversas coleções públicas e privadas. Leciona na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa desde 2011.

  • Isabél Zuaa

    Atriz / Portugal

    Atriz e performer portuguesa, Isabél Zuaa tem as suas origens na Guiné-Bissau e em Angola. Formada no Chapitô, Escola Superior de Teatro e Cinema e Curso de Artes Cénicas da UniRio, no Rio de Janeiro. Pesquisa novas dramaturgias onde a mulher negra é protagonista e anfitriã das suas histórias, quebrando convenções estereotipadas e preconceituosas. Desde 2010 transita entre dança, cinema e teatro, no Brasil e em Portugal. Várias vezes premiada, tem trabalhado com Marcelo Gomes, Jorge Andrade, Laís Bodanzky, Felipe Hirsch, Yasmin Thayná, Juliana Rojas, Marco Dutra, Gustavo Ciríaco, Tiago Vieira, Tino Segal, Denise Stutz, entre outros.

  • Joana de Sousa

    Programadora / Portugal

    Joana de Sousa é realizadora e curadora. Desde 2011 que é membro do coletivo artístico Rabbit Hole, plataforma de criação e experimentação. Em 2012, ganhou uma bolsa para realizar o mestrado internacional em Cinema Documental - DocNomads. O seu filme final de curso, Bétail (2014) foi apresentado e premiado em diversos festivais nacionais e internacionais. É atualmente programadora e coordenadora de programação do Doclisboa - Festival Internacional de Cinema. Já participou como curadora e jurada em festivais e espaços artísticos em Lisboa, Porto, Recife, Rio de Janeiro, Copenhaga e Telavive.

  • Margarida Mercês de Mello

    Apresentadora / Portugal

    Margarida Mercês de Mello nasceu em Luanda, onde viveu até aos 16 anos. Licenciada em Filologia Germânica, pela FLUL. Acredita num mundo em que as diferenças deveriam ser uma oportunidade de diálogo, a caminho de uma sociedade melhor, mais feliz e mais justa. Na RTP, desde finais de 1978, tem sido autora e apresentadora de programas (rádio e televisão), documentários e feito locuções off. Apresentou três Festivais da Canção. Tem feito inúmeras entrevistas e ficou amiga de algumas das pessoas que mais admirava, entre as quais Amália Rodrigues, Maria de Lourdes Modesto e Maria Barroso. A seguir às pessoas, aquilo de que mais gosta é de música.

  • Mickaël Gaspar

    Ator, Programador / França

    Artista multidisciplinar, Mickaël Gaspar completou o Conservatório de Arte Dramática de Paris. Realizou o Mestrado em Estudos Cinematográficos e Audiovisuais na Universidade Paris 8. Trabalhou como ator de teatro para diversos encenadores, em cinema, televisão e é também bailarino. Paralelamente, realiza curtas-metragens, trabalha como fotógrafo e guionista de cinema. Em 2015, trabalhou como programador da Festa do Cinema Francês e desde 2016 é programador e produtor do Festival de Cinema IndieLisboa. Foi um dos mais jovens ativistas da associação Act-Up Paris, de 1994 a 1997. 

  • Nuno Ramalho

    Artista Plástico / Portugal

    Nuno Ramalho (1975) vive e trabalha no Porto. Licenciado em Escultura pela FBAUP, possui mestrado em New Genres pelo San Francisco Art Institute, e prossegue um doutoramento na FBAUP, iniciado no Goldsmiths. Apresentou 17 exposições individuais e participou em mais de 60 coletivas, em Portugal e no estrangeiro. Curador de vários projetos expositivos, é desde 2016 responsável pela mostra de vídeo arte portuguesa ‘Playlist’. A sua obra está presente no CAV, Novo Banco ou Fundação de Serralves, e em diversas coleções particulares. Artista residente na Triangle France, foi nomeado ao prémio EDP Novos Artistas 2004. Bolseiro Fulbright e da Fundação Gulbenkian.

  • Sara Orsi

    Web Designer / Portugal

    Sara Orsi é web designer/coder, investigadora e professora. A sua prática tem como principal mote o impacto dos media digitais na cultura contemporânea. É cofundadora do Arquivo 237 – projeto cultural e educativo em Lisboa com foco nas áreas da arquitetura, design e tecnologia. Licenciada em Arquitetura pela Universidade do Porto, concluiu o mestrado em Design de Comunicação e Novos Media na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, com a dissertação “Do Arquivo ao Novo”.

  • So Mayer

    Autorx / Reino Unido

    So Mayer é autorx, curadorx e ativista. Colaboradorx de longa data da Sight & Sound, publicou vários livros de cinema de entre os quais Political Animals: The New Feminist Cinema (IB Tauris, 2015) e The Cinema of Sally Potter: A Politics of Love (Wallflower, 2009). As suas mais recentes publicações criativas são <jacked a kaddish> (Litmus Publishing, 2019) e Tender Questions (com Preti Taneja, Peninsula Press, 2018). So é membro do coletivo londrino de curadoria de cinema feminista, Club des Femmes, e cofundadorx da Raising Films, uma campanha e comunidade para pais e cuidadores no setor do cinema do Reino Unido.       

  • Susana Chiocca

    Artista / Portugal

    Susana Chiocca nasceu em Lisboa, em 1974. Doutorada em Arte Contemporânea pela Faculdade de Belas Artes de Cuenca (Universidad Castilla-La Mancha, 2016). Licenciada em Escultura pela F.B.A.U.P. (1999). Professora convidada no Colégio das Artes e FLUC (Coimbra); Balleteatro e Lusófona (Porto). Tem programado alguns eventos, sobretudo no campo da performance, como o espaço A sala ou o evento Acesso de Vertigem, nos Maus Hábitos. Enquanto artista, tem participado em diversas exposições individuais e coletivas, eventos e workshops, desde 1999.

  • Teresa Villaverde

    Cineasta / Portugal

    Teresa Villaverde nasceu em Lisboa em 1966. Atriz no filme de João César Monteiro, À Flor do Mar. Coargumentista com João Canijo no filme A Filha da Mãe. No início da década de 1990 começa a sua atividade como realizadora, assinando sempre os seus próprios argumentos. Os seus filmes tiveram estreias mundiais em festivais como Cannes, Veneza e Berlim e foram alvo de diversos prémios. Foram já feitas mostras integrais da sua obra em França, Itália e Portugal. Colaborou com várias escolas, nomeadamente a Universidade de Évora e a Haute École D’art et du Design de Genève, na Suíça. Em 2010, cria a sua própria produtora, a Alce Filmes, com a finalidade de se autoproduzir.

  • Wieland Speck

    Cineasta, Programador / Alemanha

    Wieland Speck cresceu em Freiburg e vive em Berlim desde 1972. Estudou Literatura Alemã, Teatro e Etnologia na Universidade Livre de Berlim. Nos anos 1970 trabalhou como editor de literatura ligada à emancipação e movimento gay, como videasta e programador de cinema. Entre outros, realizou os filmes Westler ‑ East of the Wall (1985), Among Men (1994), e Escape to Life - The Erika and Klaus Mann Story (2000, com Andrea Weiss). Entre 1982 e 1992, foi assistente do diretor do Berlinale Panorama, Manfred Salzgeber. Em 1987 fundou o Teddy Award, o prémio queer da Berlinale, e de 1992 a 2017 foi o diretor da secção Panorama.       

Invitee

  • André Medeiros Martins

    Cineasta / Brasil

    André Medeiros Martins trabalha em teatro há quase 20 anos e é autor de mais de 500 ensaios fotográficos. Idealizador do coletivo de performance Ele Quer um Nome, o seu trabalho foca, principalmente, na sexualidade. Apresenta Alfredo Não Gosta de Despedidas na Secção Hard Nights.

  • Andrés Baron

    Cineasta / Colômbia

    Andrés Baron (Bogotá, 1986) usa o cinema, o vídeo e a fotografia para transformar imagens, jogando sempre com espaços de representação através de ecrãs e redes. Vive e trabalha em Paris. Apresenta Printed Sunset na Competição para Melhor Curta-metragem.

  • Armand Rovira

    Cineasta / Espanha

    Armand Rovira (Barcelona, ​​1979) combina o seu trabalho de realizador e argumentista com o ensino de cinema na LENS - Escuela de Artes Visuales, em Madrid. As suas obras experimentais têm sido reconhecidas em prestigiados festivais de cinema como Sitges, Kalovy Vary ou FIDMarseille. Apresenta Letters to Paul Morrissey na Competição Queer Art.

  • Armando Praça

    Cineasta / Brasil

    Armando Praça (Aracati, Ceará, 1978) é licenciado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual do Ceará, e formado pelo Colégio de Dramaturgia e pelo Colégio de Realização em Cinema e Televisão, ambos em Fortaleza. Trabalhou como pesquisador para guiões, produtor, preparador de elenco e assistente de realização em 15 longas-metragens. Apresenta Greta na Competição para Melhor Longa-metragem.

  • Aude Chevalier-Beaumel

    Cineasta / França, Brasil

    Aude Chevalier-Beaumel (Reims, França, 1982) é formada em Belas Artes. Mora no Brasil há 15 anos, onde realiza filmes. O seu documentário Indianara abre o Festival.

  • Bernardo Zanotta

    Cineasta / Brasil

    Bernardo Zanotta (Porto Alegre, 1996) é um artista visual e cineasta brasileiro. A presença do passado no futuro, o queering de textos literários canónicos e a performatividade do próprio cinema, são alguns conceitos explorados no seu trabalho. Atualmente reside em Amesterdão. Compete pelo Prémio de Melhor Curta-metragem com Heart of Hunger.

  • Biancka Fernandes

    Elenco / Brasil

    Biancka Fernandes é uma das participantes principais do documentário Indianara.

  • Carlota Flor

    Cineasta / Portugal

    Carlota Flor (Arrifana, 1995) apaixonou-se pelas artes com a fotografia e a dança. Aos 15 anos muda-se para o Porto para estudar Comunicação Audiovisual na Escola Artística de Soares dos Reis. Após passar dois anos em Londres, volta a Portugal para estudar Som e Imagem na Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha. Apresenta Aurora na Competiçaõ In My Shorts do Queer Porto 5.

  • Carol Fernandes

    Cineasta / Brasil

    Carol Fernandes é argumentista e diretora de cena. Formada pela Mel Hoppenheim School of Cinema, da Concordia University, em Montreal, também estudou Fotografia no SENAC, em São Paulo. Acumula mais de 15 anos de experiência como assistente de direção. Apresenta Marie, Eu te Vejo dentro do programa Corpos Desejo Paisagens.

  • Cláudia Varejão

    Cineasta / Portugal

    Cláudia Varejão nasceu no Porto, Portugal, e estudou cinema no Programa de Criatividade e Criação Artística da Fundação Calouste Gulbenkian em parceria com a German Film und Fernsehakademie Berlin, na Academia Internacional de Cinema de São Paulo Brasil e fotografia na AR.CO, em Lisboa. Nesta edição, é a curadora do programa Agência 20 Anos.

  • David Leal

    Cineasta / Portugal

    David Leal (Portugal, 1993) estuda atualmente Belas Artes na Central Saint Martins, em Londres. Anteriormente estudou Imagem em Movimento na Ar.Co, em Lisboa. Com You Are a Letter, Written Not with Ink, but with the Spirit participa na Competição In My Shorts. 

  • Diego Paulino

    Cineasta / Brasil

    Diego Paulino é natural de São Paulo e licenciado em Imagem e Som pela Universidade Federal de São Carlos. Trabalha como realizador e argumentista. Com NEGRUM3 participa na Competição para Melhor Curta-metragem.

  • Donal Mosher

    Cineasta / EUA

    Junto com Michael Palmieri, forma uma equipa de realização de documentários, trabalhando juntos há mais de uma década. Os seus filmes foram exibidos em grandes festivais ao redor do mundo, incluindo Sundance, Cannes e Locarno. Participam na Competiçãpo Oficial do Queer Porto 5 com The Gospel of Eureka.

  • Florencia Vogliano

    Assistente de Direção / Argentina

    Florenica Vogliano é assistente de direção do filme Una Banda de Chicas, que compete pelo Prémio para Melhor Documentário.

  • François Pain

    Cineasta / França

    François Pain é um cineasta residente em Paris e conhecido pela sua especialização em filmes relacionados com a psiquiatria alternativa. Co-realizou Self-Portrait in 23 Rounds: a Chapter in David Wojnarowicz’s Life, 1989–1991 (Berlinale Panorama 40) com Marion Scemama.

     

    Self-Portrait in 23 Rounds: a Chapter in David Wojnarowicz’s Life, 1989–1991Self-Portrait in 23 Rounds: a Chapter in David Wojnarowicz’s Life, 1989–1991

     

  • Jo Bernardo

    Activista / Portugal

    Pioneira do ativismo trans em Portugal, fundadora da ªt. - Associação para o estudo e defesa do direito à identidade de género, em 2001; e dona da primeira livraria LGBTI+ do país, a Esquina Cor-de-Rosa (1999-2005). Participa no debate "Assunção, visibilidade e cidadania - um caminho português".

  • Lena d'Água

    Cantora / Portugal

    Começou a cantar ainda nos anos 70, mas foi com o “boom” de acontecimentos na alvorada dos anos 80 que se fez uma das vozes de maior sucesso da pop nascida entre nós. Este ano, o documentário sobre ela Lena d'Água - Nunca Me Fui Embora passa no Queer Pop.

  • Marcelo Barbosa

    Cineasta / Brasil

    Marcelo Barbosa (Guaratinguetá, Brasil, 1970) estudou Comunicação na Universidade de Brasília. É fotógrafo e realizador de filmes experimentais. O seu documentário Indianara abre o Festival.

  • Marilina Giménez

    Cineasta / Argentina

    Marilina Giménez (Argentina, 1978) estudou Desenho de Som em Buenos Aires, antes de se tornar designer audiovisual para várias produções de cinema e televisão. De 2007 a 2013, também tocou baixo no trio feminino Yilet. O seu filme Una Banda de Chicas compete este ano pelo Prémio para Melhor Documentário. 

  • Marion Scemama

    Cineasta / França

    Marion Scemama (Marrocos, 1950) cresceu no Uruguai e em Paris, onde começou a trabalhar como fotojornalista na década de 1970. Desde que conheceu David Wojnarowicz em 1984, os dois embarcaram numa colaboração em cartazes, vídeos e fotografia. Desde 1992 que vive e trabalha em Paris. Co-realizou Self-Portrait in 23 Rounds: a Chapter in David Wojnarowicz’s Life, 1989–1991 (Berlinale Panorama 40) com François Pain.

  • Mauro Soares

    Ator / Portugal

    Mauro Soares é um dos atores protagonistas do filme Sol Alegria, de Tavinho Teixeira e Mariah Teixeira, que compete este ano pelo Prémio para Melhor Filme da Competição Queer Art.

  • Michael Palmieri

    Cineasta / EUA

    Junto com Donal Mosher, forma uma equipa de realização de documentários, trabalhando juntos há mais de uma década. Os seus filmes foram exibidos em grandes festivais ao redor do mundo, incluindo Sundance, Cannes e Locarno. Participam na Competiçãpo Oficial do Queer Porto 5 com The Gospel of Eureka.

  • Pol Merchan

    Cineasta / Espanha

    Pol Merchan (Lérida, Espanha, 1980), estudou Belas Artes em Barcelona e Arte em Contexto em Berlim, onde vive e trabalha como artista e cineasta. Os seus trabalhos têm sido exibidos em festivais internacionais como o Hot Docs, Oberhausen e Clermont-Ferrand. Com Pirate Boys participa na Competição para Melhor Curta-metragem.

  • Richard Squires

    Cineasta / Reino Unido

    Richard Squires é um artista visual residente em Londres que trabalha predominantemente com a imagem em movimento. É o fundador do projeto de animação e banda desenhada Let Me Feel Your Finger FirstCom Doozy participa na Competição Queer Art.

  • Salomé Lamas

    Cineasta / Portugal

    Salomé Lamas (Lisboa, 1987) estudou Cinema em Lisboa e Praga, Artes Visuais em Amesterdão e é doutoranda em Arte Contemporânea em Coimbra. O seu trabalho tem sido exibido tanto em contextos artísticos de prestígio como em inúmeros festivais de cinema internacionais. É a realizadora do filme A Torre, que passa dentro do programa Agência 20 Anos.

  • Shaked Goren

    Cineasta / Israel

    Shaked Goren é um realizador e montador israelita residente em Telavive. Desde que se formou na Minshar School of Art em 2015, tem trabalhado como pesquisador de programas e montador de vídeo em documentários televisivos. O seu filme My War Hero Uncle passa na Competição para Melhor Documentário.

  • Stéphane Riethauser

    Cineasta / Suíça

    Stéphane Riethauser (Genebra, 1972) é formado em Direito pela Universidade de Genebra. Ao longo dos anos, tem trabalhado como professor, ativista gay, fotógrafo, montador, jornalista e tradutor. Em 2007, lançou a sua produtora Lambda Prod. Vive em Berlim. Apresenta Madame na Competiçaõ Oficial do Queer Porto 5.

  • Tales Frey

    Artista / Brasil

    Tales Frey é um artista e performer brasileiro a viver em Portugal há muitos anos. Apresenta no Queer Porto 5 a performance O Outro Beijo no Asfalto

  • Tatiana Ramos

    Cineasta / Portugal

    Tatiana Ramos (Évora, 1995) estudou durante dois anos no Ar.Co - Centro de Arte e Comunicação Visual e atualmente encontra-se a finalizar os seus estudos de Realização na Escola Superior de Teatro e Cinema, em Lisboa.

  • Tsuyoshi Shoji

    Cineasta / Japão

    Tsuyoshi Shoji começou a sua carreira ainda enquanto estudante da Musashino Art University. Realizou muitas obras em vários géneros, desde filmes independentes a comerciais. Também trabalha como profissional de efeitos visuais. O seu filme Old Narcissus está este ano na Competição de Curtas-metragens.

  • Vicente Alves do Ó

    Cineasta / Portugal

    Vicente Alves do Ó (Sines, 1972) é um realizador português com experiência vasta de escrita para teatro, cinema e televisão. Atingiu notoriedade com biopics bem-sucedidos sobre alguns dos poetas mais célebres de Portugal. Apresenta Golpe de Sol em antestreia nacional.

  • Victor Casé

    Produtor / Brasil

    Victor Casé é produtor do filme NEGRUM3, que participa este ano na Competição para Melhor Curta-metragem.

  • Viet Vu

    Cineasta / Vietname

    Viet Vu foi estudante de Linguísticas. Chegou ao cinema em 2017 através de um workshop que fez no Hanoi Doclab, um centro de filmes experimentais e documentários. Viet gosta de abordar a sublimidade da visão da humanidade através da câmara digital. O seu filme Ant-Man está programado este ano na Competição para Melhor Curta-metragem.

  • Zara Zandieh

    Cineasta / Alemanha

    Zara Zandieh trabalha como realizadora e produtora, ensina cinema e dá palestras e workshops em Berlim. Nos seus filmes aborda as lacunas, complexidades e representações de sujeitos marginalizados através de um olhar queer pós-colonial. Com The Sea Runs thru My Veins, compete este ano para o Prémio In My Shorts.